O preconceito é a tendência do nosso diálogo

Onde-aponta-o-dedo-300x300Tenho observado que, cada vez mais, o preconceito é motivo para se levantar bandeiras e defender causas e junto com minha observaçao e minha vontade/esforço em ser mais parcimonioso com o que digo sinto que através do exercício cível todos nós ( nós de nós mesmo, tranças do coletivo e resultante da mesma malha ) caímos no preconceito. Nao é de bom grado durante um discurso dizer sobre o que é certo ou errado. O discurso político deve ser imparcial no que se trata de decisoes pessoais. Nao sei de onde inventaram que para ser bem aceito é preciso criar leis para o mesmo. Se a decisao é do indivíduo e ele sabe sobre suas escolhas o que é regulamentado nao exerce efeito no que ele busca por si só no que se trata da intimidade dele. Seja busca de um reparo histórico através dos direitos que lhe cabem ou sexualidade. É importante debater o assunto e é de fundamental importância estar disposto a se inserir socialmente. Transmitir algo, transferir conhecimento é assim que realmente se aprende e apreendemos as diferenças. Um grande educador nosso disse que ninguém é sujeito da autonomia de ninguém. Salve Paulo Freire. É aí que entra as atitudes em vao de alguns próximos querendo intervir nas açoes alegando que o preconceito é crime. Despertar interesse sobre o que esta pequena asserçao nos mostra é começar a criar consciência coletiva e estar a par do indivíduo que sabe sobre os próprios erros e, por isto, sabe onde pode melhorar, independente do discurso. O que gostaria de forma desproposital traduzir neste texto é que mesmo diante da busca de nossos direitos e para nao haver descontrole e assassinatos, injustiça é que, se, e somente se, a partir de nós mesmos e por nós mesmos é que, no início da essência de cada um algo poderá ser visto de uma matiz diferente. A lei tem nos engessado e nos perturbado com a sensaçao de injustiça amarga. O princípio pode/deve/quer ser você mesmo. Aja. Transforme. Atue. Saibam sempre que o dito preconceito nao só nos permeia mas está embutido em todos argumentos proferidos. Quando o absurdo faz sentido e o silêncio existe qualquer preconceito faz perfeito sentido.

Advertisements

About guscappelli

Efervescência pensante, professor de matemática que na medida do possível, entusiasma senão entristeço mesmo. Dado a dificuldade do domínio e da exemplificação desta ciência que é tabu para muitos.
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s