A escolha do amor próprio

Excelente!

ANTES QUE ELES CRESÇAM

Escolher o amor também é abrir mão do ressentimento. Abrir mão daquilo que não cabe mais na mão. Abrir mão daquilo que já deixou de fazer bem faz tempo. E usar toda a força para fazer aquilo que é o certo a ser feito. Você sabe o que é certo – então faça.

É fácil perder a paciência. É fácil falar a primeira coisa que vem à cabeça. É fácil sentir antipatia. É fácil se afastar dos amigos quando eles estão com problemas. É fácil não atender aquele telefonema da amiga que está reclamando demais da vida. É fácil ignorar o outro. E achar que uma boa cerveja resolve tudo.

Difícil é amar as pessoas.“Eu sinto que não existe nada mais artístico do que amar as pessoas.” Vincent Van Gogh.

E amando as pessoas, difícil é saber onde parar e ter tempo e energia para amar a si mesmo…

View original post 683 more words

Advertisements

About guscappelli

Efervescência pensante, professor de matemática que na medida do possível, entusiasma senão entristeço mesmo. Dado a dificuldade do domínio e da exemplificação desta ciência que é tabu para muitos.
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s